sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Médico se recusa a dar palestra em Pernambuco por Dilma ter vencido no estado


Após a vitória de Dilma Roussef nas eleições, o que se viu nas redes sociais foi o cúmulo do ódio e preconceito contra os mais pobres e contra os nordestinos. Esse caso é apenas um, que exemplifica o ambiente de terror que se tornaram as redes sociais poucos dias após a eleição;

Abaixo seguem alguns trechos de uma matéria do site UOL:
UOL - Médico chama Recife de 'terra de m...' e se recusa dar palestra (05/11/2014)
O Congresso [Brasileiro de Anestesiologia] está marcado para ocorrer na capital pernambucana entre os dias 14 e 18 de novembro. O médico gaúcho Fernando Squeff Nora havia sido convidado pela organização, mas declinou  do convite alegando à organização "problemas pessoais". Em 2004 e 2005, o profissional foi presidente da Sociedade Gaúcha de Anestesiologia.
Um dia após a reeleição de Dilma Rousseff (PT), o médico publicou --no dia 27 de outubro-- em seu Facebook o motivo da desistência. "Comunico que estou agradecendo o convite para palestrar em RECIFE no CBA deste ano, mas não vai dar. Não piso nesta terra de merda mais em toda a minha vida!", disse.
A postagem veio em meio a várias outras de críticas à vitória da petista e de apoio ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). Nesta quarta-feira (5), a conta do médico estava fora do ar.
Por meio de nota, a organização do congresso informou que recebeu a postagem com "extrema indignação" e a classificou como de "preconceito inaceitável" e que "não condiz com a postura que se espera de um profissional".
A nota também foi assinada pela Sociedade de Anestesiologistas do Estado de Pernambuco e pela Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas de Pernambuco, que organizam o evento.
A organização do evento informou que o congresso é um evento "científico, apartidário, democrático e que tem como objetivo promover a união e o congraçamento entre todos os anestesiologistas."
"Temos convicção de que suas declarações contra Pernambuco, não refletem a opinião da maioria esmagadora dos anestesistas do nosso País. Reafirmamos o espírito plural e fraterno com que estamos nos preparando para receber os colegas congressistas de todas as regiões do Brasil. Espírito esse que é uma marca registrada de todos os encontros de anestesistas e também do povo pernambucano", finalizou a nota.
Imagem retirada do perfil do médico no facebook, antes que a conta fosse deletada.

Os dias seguintes à eleição foram o momento em que muitos aproveitaram para pôr para fora todo o seu preconceito. A Dilma venceu em todos os estados do Nordeste, gerando muitos xingamentos contra os nordestinos. Apesar de também ter vencido em Minas e no Rio, não vi ninguém falando em "mineiros de merda" ou "cariocas de merda", nem nada parecido. O ódio era direcionado contra o nordeste.

Diziam também que os pobres do nordeste eram burros, que votavam na Dilma apenas pelo Bolsa família e que esses eram todos corruptos e "cúmplices da corrupção". Os coitados nem têm noção do quanto o nordeste cresceu, do quanto está melhor desde que Lula/Dilma entraram na presidência e de quantas famílias nordestinas celebram sua primeira geração de filhos formados em faculdades.

Um colega de trabalho me disse que saiu de um grupo de ex-colegas de escola no Whatsapp, quando viu uma chuva de comentários preconceituosos contra os mais pobres. Um deles, que é médico, disse que os pobres deveriam "se lascar", por votarem na Dilma, e que o pobre que dependesse dele agora estaria "ferrado", recebendo em seguida o apoio de vários amigos do grupo. Enojado com os colegas, saiu do grupo.

A grande imprensa, nos últimos 12 anos, conseguiu um grande feito. Conseguiu jogar parte da população com toda a força contra um único partido, o PT. O ódio dessa imprensa pelo PT é tão grande que manipula a população para que pense que o PT é o mais corrupto de todos, que não existia corrupção antes do governo Lula e que o mensalão seria o maior escândalo de corrupção, fazendo a população esquecer que há partidos com muito mais corruptos, com mais condenações por corrupção e envolvidos em escândalos muito maiores.

O ódio ao partido chegou a tal nível, que algumas pessoas passaram a direcioná-lo até para os seus eleitores.

O verdadeiro ódio dessa imprensa não é da corrupção e sim das transformações pelas quais o Brasil passou nesses 12 anos. Felizmente, ela não tem mais a mesma força de antes.

_____________________________________________

Se gostou deste tema. Leia Também

Após massacre nas redes sociais, Diogo Mainard pede desculpa aos nordestinos
No dia 26 de outubro, noite do segundo turno das eleições, após já ter sido divulgada a vitória de Dilma Roussef nas eleições, o comentarista do programa Manhattan Connection... Mais informações »
Convidado do programa Manhattan Connection desmonta preconceitos contra os nordestinos
Um dia após as eleições, o comentarista do programa Manhattan Connection, Diogo Mainard xingou o nordeste chamando-o de atrasado, bovino, retrógrado, submisso ao governo Mais informações »
Video: Protesto pedindo impeachment da Dilma - show de bizarrices
No último sábado, 1 de novembro, um grupo que possuía entre 1000 e 2000 pessoas fez um protesto na Avenida Paulista em São Paulo, pedindo o impeachment da presidente reeleita... Mais informações »
Segundo o governo, o programa mais Médicos já atende 50 milhões de brasileiros
No programa "Café com a presidenta" desta segunda-feira (30), a presidente Dilma Roussef disse que o programa Mais Médicos já superou a meta da quantidade de brasileiros sendo atendidos pelo programa... Mais informações »
Um mini-documentário sobre o programa Mais Médicos em Minas Gerais
O site Diário do Centro do Mundo, em parceria com a documentarista Alice Riff, acaba de produzir um novo documentário independente, ou seja, sem vínculos com o governo, sobre o Programa Mais Médicos... Mais informações »

0 comentários:

Postar um comentário