terça-feira, 1 de julho de 2014

Circo no Nepal emprega vítimas de tráfico humano



No Nepal, duas organizações britânicas ajudaram um grupo de jovens que foram vítimas de tráfico humano a formarem o primeiro circo contemporâneo do país, o Katmandu.

Os integrantes do circo haviam sido traficados quando eram crianças para trabalhar como escravos em circos na Índia, onde tinham rotina de treinos muito intensa e apanhavam sempre que não conseguiam fazer corretamente os exercícios. Após 4 anos escravizados, foram libertados e voltaram ao Nepal, quando resolveram montar o circo.

Neste ano, o circo Katmandu irá participar de um festival de música na Grã-Bretanha, onde estarão alguns dos maiores circos do mundo.

Abaixo uma reportagem da BBC sobre o assunto:

video



0 comentários:

Postar um comentário